Carregando.
Aguarde !

single image

   logo lattes logo resarcheid logo bv fapesp 


 

Carlos Clemente Cerri 

É professor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP desde 1975. Especializou-se na pesquisa sobre a dinâmica da Matéria Orgânica do Solo em ecossistemas naturais e modificados pelas práticas agrícolas, pecuária e reflorestamento. Quantificou as variações no teor e na qualidade da matéria orgânica do solo (carbono e nitrogênio) e nos fluxos de gases do efeito estufa (CO2, CH4 e N2O) em diversas situações de mudança de manejo agrícola como: preparo convencional do solo para plantio direto na palha ou cultivo mínimo; pastagem e ou agricultura convertida para integração lavoura-pecuária (ILP e ILPF); colheita manual da cana-de açúcar precedida de queima da palhada para colheita mecanizada sem queima da palhada; pastagem degradada para pastagem recuperada por diferentes práticas; agrossistemas com e sem adição de resíduos orgânicos. Em relação à mudança do uso da terra avaliou: desmatamento da floresta amazônica em pastagens, cerrado em agricultura (soja/milho), pastagem em floresta plantada. Coordena também projetos voltados às relações do agronegócio com o aquecimento global, particularmente na avaliação do ciclo de vida (carbon footprint, pegada ecológica do CO2) do etanol derivado da cana-de-açúcar, biodiesel de plantas oleaginosas, café, laranja, soja e outros produtos do agronegócio. Publicou mais de 250 artigos científicos em revistas indexadas nacionais e do exterior, 40 capítulos de livros no Brasil e no exterior e é editor de 6 livros. Coordenou mais de 60 projetos de pesquisa com recurso do Brasil (FAPESP, CNPq, CAPES, FINEP, PETROBRAS) e do exterior (NASA, NSF, IAEA, GEF, EUROPEAN UNIT). Proferiu centenas de palestras no Brasil e outras 60 no exterior. Orientou 15 alunos em nível de mestrado, 31 de doutorado e 40 de iniciação científica e supervisionou 7 pós-doutorados. Leciona duas disciplinas de pós-graduação: Matéria Orgânica do Solo e Sustentabilidade Ambiental. Foi diretor do CENA/USP e criador do Núcleo de Excelência em Pesquisa sobre Carbono do Solo (SOLOFIX). Destaca-se dentre as premiações recebidas a da EMBRAPA Frederico Menezes da Veiga por sua contribuição de real valor ao desenvolvimento agrícola nacional e ao desenvolvimento de tecnologias sustentáveis . O prêmio Ernesto Illy Science Prize da TWAS (Itália) lhe foi atribuído for his exceptional research on the effects of climate change on the environment and especially on tropical agriculture . É detentor da medalha Fernando Costa da Associação de Engenheiros Agrônomos do Estado de São Paulo pela atuação como Eng. Agrônomo do ano, modalidade Pesquisa. Recebeu os títulos de Cidadão Benemérito de São Carlos e de Cidadão Piracicabano. Foi agraciado com as comendas da Ordem do mérito Científico e da Gran Cruz da Ordem do Mérito Científico e Tecnológico do Brasil, de Cavaleiro da Ordem das Palmas Acadêmicas da França e do Certificado do Prêmio Nobel da Paz (2007) atribuído ao IPCC/ONU onde atuou entre 1992 e 2007. É membro da Academia Brasileira de Ciências, da Academia de Agricultura da França e da Academy of Science for Developping World (TWAS).

Formação Acadêmica

  •   Engenheiro Agrônomo | 1971 | UNESP
  •   Mestrado | 1974 | IG/USP
  •   Doutorado | 1979 | IG/USP
  •   Pós-Doutorado| 1980 | Rothamsted Experimental Station/Inglaterra
  •   Pós-Doutorado | 1986 | ORSTOM/França
  •   Livre Docência | 1986 | ESALQ/USP
  •   Professor Adjunto | 1988 | ESALQ/USP
  •   Professor Titular | 1996 | CENA/USP

Área de Pesquisa 

  •  
  •  
  •  

Experiência Profissional

Dinâmica da matéria orgânica do solo em ecossistemas naturais e modificados pelo cultivo.

Plantio direto.

Uso de biossólidos no solo.

Sequestro de carbono no solo.

Disciplinas de Graduação Disciplinas de Pós - Graduação





Contato

Laboratório de Biogeoquímica Ambiental

3429-4727