Carregando.
Aguarde !

single image

   logo lattes logo resarcheid logo bv fapesp logo google


 

Francisco José Krug

Professor Titular da Universidade de São Paulo junto ao Laboratório de Química Analítica “Henrique Bergamin Filho”, possui experiência em espectrometria atômica, análise por injeção em fluxo e preparo de amostras. Nos últimos 8 anos, os projetos de pesquisa tem como foco principal a análise direta de sólidos, visando à determinação quantitativa de macro-, micronutrientes e elementos benéficos em plantas, e de elementos potencialmente tóxicos em solos, fertilizantes, brinquedos e embalagens. Ênfase tem sido dada à espectrometria de emissão óptica com plasma induzido por laser (LIBS-Laser-Induced Breakdown Spectrometry) e, mais recentemente, à espectrometria de fluorescência de raios-X. No ensino, é docente e orientador credenciado do Programa de Pós-Graduação em Ciências do CENA-USP (conceito CAPES 7) e docente do Curso de Ciências dos Alimentos da ESALQ-USP. É Membro Titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo.

Formação Acadêmica

  •   Engenheiro Agrônomo | 1972 | ESALQ/USP
  •   Mestrado | 1975 | ESALQ/CENA/USP
  •   Doutorado | 1984 | ESALQ /CENA/USP
  •   Livre Docência | 1996 | CENA/USP
  •   Professor Titular | 2005 | CENA/USP

Área de Pesquisa 

  •   Química Analítica
  •   Espectrometria Atômica
  •   Desenvolvimento de métodos de análise direta de sólidos   
  •   Análise de materiais de interesse agronômico, ambiental e industrial   
  •   Preparo de amostras para determinação de elementos
  •   Desenvolvimento de métodos para determinação de elementos essenciais, benéficos e tóxicos

Experiência Profissional

Carreira marcada por uma série de artigos históricos sobre análises em fluxo, sobre modificação química permanente em espectrometria de absorção atômica em forno de grafite, atomização eletrotérmica com filamentos de tungstênio de 150 W, análise direta de sólidos por LIBS e por EDXRF (116 artigos em periódicos especializados, 4200 citações, fator H 40). Formou 20 mestres e 18 doutores (IQSC/USP, DQ/UFSCar e CENA), e supervisionou 10 pós-doutorados. Diretor Suplente do CENA (1992-1996), Diretor da Divisão de Desenvolvimento de Métodos Analíticos e Nucleares (1996-1998), Presidente da Comissão de Pós-Graduação do CENA (1999-2005), Membro do Conselho de Pós-Graduação da USP (2002-2005). Responsável pelo Laboratório de Química Analítica “Henrique Bergamin Filho”, desde agosto de 2006.