Carregando.
Aguarde !

Laboratório de Instrumentação Nuclear

O Laboratório de Instrumentação Nuclear (LIN) uma instalação que preza pela colaboração científica e soma de competências. O LIN abriga o grupo de Espectroscopia por raios X aplicada a Agricultura e Ambiente que realiza as pesquisa internas, entretanto o laboratório também busca dar suporte a outros grupos de investigação do CENA assim como de outras instituições.
Nossas atividades e infraestrutura estão relacionadas a espectroscopia eletrônica e nuclear nas faixas energéticas que cobrem raios X e radiação gamma. As principais técnicas analíticas exploradas são: fluorescência de raios X (XRF), absorção de raios X (XANES e EXAFS), emissão de raios X não ressoantes (XES) e espectrometria gamma. Se você possui interesse nesses assuntos entre em contato conosco.
Histórico
O LIN foi criado em 1988 pelo Prof. Dr. Virgilio F. do Nascimento Filho que esteve a cargo das atividades até sua aposentadoria em 2013. Atualmente o LIN conta com dois quadros permanentes além de estudantes de graduação e pós-graduação. Desde de 2015 as atividades do laboratório têm sido coordenadas pelo Prof. Dr. Hudson W. P. de Carvalho.

Objetivos

Em complemento as atividades de pesquisa interna, o LIN também realiza análises por fluorescência de raios X para a comunidade em geral. A XRF é uma poderosa ferramenta analítica que permite a análise qualitativa e quantitativa dos elementos de Na a U. O método é não destrutivo e requer o mínimo de preparo de amostra, como por exemplo limpeza da superfície, ou em alguns casos moagem e prensagem.
O laboratório pode prestar esse tipo de serviço para instituições de pesquisa, ensino ou indústria. O custo das análises é de R$ 50,00 por amostra.
Com a aquisição do sistema de micro-XRF análises de distribuição elementar também podem ser realizadas. Para detalhes verifique o link a seguir: http://www.cena.usp.br/pt/instituicao/multiusuario/equipamento-%C2%B5-xrf
Bg1
Bg2
Bg3
Bg4

Linha de Pesquisa

"Nosso arsenal de ferramentas é empregado para investigar questões relativas a agricultura e o meio ambiente.
Um dos eixos temáticos trata das interações entre nanomateriais com plantas e insetos. Nós investigamos se e como nanopartículas podem ser incorporadas e metabolizadas, e qual o impacto disso no desenvolvimento do respectivo organismo.
Outra frente de pesquisa aborda o uso de elementos terras raras como estimulante de crescimento de plantas. Essa prática é muito comum na China, porém pouco estuda em outros países. Consequentemente quase nada se sabe sobre como esses elementos agem.
Também nos interessamos pelo emprego plantas em bio mineração. O Brasil possuí grandes reservas desses elementos, no entanto o principal desafio consiste em encontrar jazidas com quantidades apreciáveis para a mineração. Nosso grupo está em busca de espécies de plantas capazes de acumular esses elementos fazendo assim a etapa de pré-concentração."

Produtividade

Publicação Bibliográfica (Artigos | Trabalhos | Resumos)
Orientações e Supervisões em Andamento
Orientações e Supervisões Concluídas
Projetos de Pesquisa

Infraestrutura

Nossos principais equipamentos são:
- Fluorescência de raios X com detector dispersivo de energia (EDXRF) de bancada
- EDXRF portátil
- Micro-Fluorescência de raios X (Micro-XRF) (http://www.cena.usp.br/pt/instituicao/multiusuario/equipamento-%C2%B5-xrf)
- Fluorescência de raios X em modo de reflexão total (TXRF)
- Detector de NaI(Tl) tipo poço para raios gamma na faixa de 50 5000 keV
- Cintilação líquida Beckman

Docente

Equipe de Apoio

Contato

Responsável

Serviços

Descrição
  • Determinação de composição química em amostras de origem agropecuária, agroindustrial, geológica e ambiental, com solos, sedimentos, rochas, fertilizantes, suplementos minerais, tecidos vegetais e animais, alimentos, águas, fluídos biológicos, aerossóis, etc.
  • Determinação de radioatividade em amostras de origem agropecuária, agroindustrial, geológica e ambiental, como solos, sedimentos, rochas, fertilizantes, suplementos minerais, tecidos vegetais e animais, alimentos, águas, fluídos biológicos, aerossóis, etc.