Carregando.
Aguarde !

Laboratório de Física do Solo

A física do solo é uma área de apoio a estudos hidrológicos, meteorológicos, ecológicos e agronômicos. O Laboratório de Física do Solo do CENA (FISOL) se destaca por análises de qualidade de propriedades físicas do solo, bem como de sua interpretação, enfatizando a modelagem sistêmica. Além de equipamentos mais tradicionais comuns a laboratórios de física do solo, o FISOL dispõe de equipamentos de última geração para a determinação do potencial da água no solo, da curva de retenção da água no solo, e da relação condutividade-hidráulica-potencial. Aliada das medições, a modelagem e a modelagem inversa são ferramentas utilizadas na determinação e na interpretação dos resultados. As determinações se aplicam às áreas de relações solo-planta, na modelagem da interação solo-raiz, na geoestatística e na análise de sensibilidade de modelos ecohidrológicos.

Objetivos

É objetivo do Laboratório de Física do Solo do CENA (FISOL) desenvolver pesquisa na área de concentração de física do solo e de processos de transferência no sistema solo-planta-atmosfera. A pesquisa envolve diversos aspectos da medição de propriedades físicas do solo e da modelagem de processos hidrológicos no sistema solo-planta-atmosfera.
Bg1
Bg2
Bg3
Bg4

Linha de Pesquisa

As linhas de pesquisa desenvolvidas no laboratório relacionam-se com a física do solo e os processos de transferência no sistema solo-planta-atmosfera:

1. Medição e modelagem de propriedades hidráulicas do solo - funções retenção, condutividade hidráulica, teor de água.
2. Medição e modelagem da extração da água e de solutos do solo por raízes de plantas.
3. Modelagem mecanística da redução de transpiração por estresse hídrico e osmótico em plantas.
4. Caracterização da variabilidade espaço-temporal de propriedades físicas do solo.
5. Estimativa da pegada hídrica de sistemas de manejo agrícola.

Produtividade

Publicação Bibliográfica (Artigos | Trabalhos | Resumos)
Orientações e Supervisões em Andamento
Orientações e Supervisões Concluídas
Projetos de Pesquisa

Infraestrutura

A infraestrutura do laboratório permite realizar as determinações físicas do solo de rotina e algumas mais específicas, utilizando o equipamento que segue:

Determinação da curva de retenção:
1. Conjunto de câmaras de pressão com placas porosas (0,1-15 atm)
2. Mesa de tensão (0 - 0,08 atm)

Determinação do potencial da água no solo
1. Tensiômetros de polímeros
2. Medidor de ponto de orvalho WP4

Determinação do teor de água no solo
1. Sensores FDR Decagon EC-5
2. Sensores TDR Trase-BE
3. Espetrômetro de raios-gama

Determinação da estabilidade de agregados do solo:
Conjunto de peneiras e agitador para determinação da distribuição dos tamanhos de agregados do solo (via seca e via úmida)

Determinação simultânea das propriedades de retenção e condutividade hidráulica do solo não saturado - método de Wind:
Conjuntos balança-tensiômetros (0-15 atm)

Determinação da condutividade hidráulica do solo saturado:
Permeâmetro de carga constante (capacidade: 12 amostras/vez)

Estação meteorológica automatizada: sensores para medição da temperatura do ar, da umidade relativa, da chuva.

Conjunto de peneiras e densímetro para caracterização granulométrica do solo.

Determinação da densidade dos sólidos do solo:
Conjunto de balões volumétricas – desaerador de água.

Docentes

Equipe de Apoio

Contato

Responsável

Serviços

Descrição
  • Análise físicas do solo: densidade, curvas de retenção de água no solo, composição granulométrica, estabilidade de agregados.